Marília consegue liminar contra fake news de vereador

Notícias
Publicado por Karol Matos
17 de outubro de 2022 às 17h30min
Foto: Tiago Calazans

A candidatura de Marília Arraes (SD) ao Governo do Estado venceu mais uma ação nesta segunda-feira (17). Decisões da Justiça Eleitoral condenaram dois usuários de redes sociais por publicarem em seus perfis informações falsas sobre pesquisas igualmente mentirosas. Um dos condenados é o vereador bolsonarista de Petrolina, Capitão Alencar, filiado ao Patriota.

No caso dele, a decisão determina, além da retirada da publicação com falsa pesquisa eleitoral mostrado Raquel Lyra (PSBD) com um percentual de intenção de votos falso, uma multa superior a R$ 53 mil. Segundo a desembargadora Virgínia Gondim Dantas, a postagem de Capitão Alencar contribuiu para “a disseminação de dados que não correspondam à realidade e que exercem influência (citado efeito manada), na opinião do eleitorado”.

Já no segundo caso, um usuário de Bonito, no Agreste, também postou a mesma fake news. A desembargadora aplicou a mesma sentença, inclusive no valor da multa, alertando que o autor da postagem, identificado como Ricardo Alexandre de Oliveira, “compartilhou no Instagram postagem com emprego da palavra pesquisa, seguida de diversos dados que levam a crer que se trata de uma pesquisa verídica – percentuais, nome de instituto responsável, período, locais de aferição – elementos esses que, segundo o entendimento do TSE, são suficientes para enquadrar referida conduta como divulgação de pesquisa eleitoral sem prévio registro”.

Karol Matos

Ouça agora AO VIVO