Romero Sales e Miguel participam de ato com Delegado Resende

Notícias
Publicado por Américo Rodrigo
14 de junho de 2022 às 22h00min
Foto: Luiz Santos

O deputado estadual Romero Sales Filho (UB) e o pré-candidato ao Governo de Pernambuco Miguel Coelho (UB) participaram na noite desta terça-feira (14), no Cabo de Santo Agostinho, de ato político com o pré-candidato a deputado federal Delegado Resende (UB). Romero e Resende fazem dobradinha no município da Região Metropolitana.

A crise de segurança pública no estado foi o principal tema do encontro. Para os pré-candidatos, a escalada da violência exige a presença firme do Estado e políticas de valorização e empoderamento das forças policiais. 

“Nossa aliança com Miguel Coelho e Delegado Resende faz parte do processo de renovação política do município do Cabo e do Estado, que ocupam os piores índices de violência e desemprego do país”, declarou Sales Filho. “Hoje, o estado possui a maior taxa de crimes violentos do país. São 10 mortes por cada 100 mil habitantes, com aumento de 2,4 casos entre janeiro e março de 2022 em relação ao mesmo período do ano passado, segundo o ranking da violência”, acrescentou o parlamentar. 

“A mudança é um clamor e precisa acontecer agora. Pernambuco atravessa uma grave crise e temos a convicção de que vamos superá-la com experiência, trabalho e dedicação. Juntos, vamos restabelecer o sossego e a paz das famílias, combatendo com firmeza o crime organizado que vem se espalhando por nosso estado, resultando em altos índices de criminalidade sobretudo aqui na Região Metropolitana”, enfatizou Delegado Resende. 

Pré-candidato ao Governo do Estado, Miguel Coelho afirmou que vai lançar o programa Estado de Paz, com investimentos de R$ 1 bilhão em quatro anos no aparelhamento e na modernização das forças de segurança do estado e a integração de 9 mil guardas municipais às polícias. 

“O Pacto Pela Vida faliu, e precisamos atualizar a forma de combater a violência. O crime evoluiu e não são dadas as condições adequadas para a polícia enfrentar os bandidos. O resultado é este: Pernambuco volta a ser o estado mais violento do Brasil. O PSB perdeu completamente as condições de conduzir essa mudança. Precisamos agir”, disse Miguel. 

Marcos Amaral, presidente estadual do União Brasil, Tiago Alves, presidente municipal do União Brasil e Frederico França, do União Brasil, também estiveram no evento.

Américo Rodrigo

Ouça agora AO VIVO