Cenário Político: Raquel consegue furar bolha socialista 

Notícias
Publicado por Américo Rodrigo
17 de outubro de 2022 às 07h00min
Foto: Wellington Júnior

Coluna da segunda

Elegendo novamente a maior bancada da Casa de Joaquim Nabuco para a próxima legislatura, uma boa parte dos deputados do PSB resolveu caminhar com Raquel Lyra (PSDB) na disputa pelo Governo do Estado, indo de encontro ao posicionamento do partido neste segundo turno, que é o de apoiar a candidata de Lula.

Estão oficialmente com Raquel os deputados Rodrigo Novaes, Dannilo Godoy, France Hacker e Jarbas Filho. Juntos, eles receberam quase 240 mil votos no dia 2 de outubro. Além desses nomes, outros três deputados socialistas da atual legislatura também resolveram seguir com a tucana.

Os apoios vindos do PSB, além de desconstruir o discurso de que Raquel lidera um palanque bolsonarista, servem para fortalecer a relação com a Alepe num eventual governo. As demonstrações vindas de socialistas também são uma indicação de enfraquecimento da atual cúpula do partido, que tem a tradição de marchar unida.

Empenho
Candidato ao Senado na chapa de Raquel Lyra (PSDB), o ex-prefeito de Petrolina Guilherme Coelho (PSDB), tem trabalhado forte neste segundo turno para conquistar votos para a tucana. Guilherme é visto como um potencial nome para ocupar o primeiro escalão, numa possível vitória de Raquel.

Posição
Apesar de o Partido Liberal não ter se posicionado no estado em relação ao apoio a Marília Arraes (SD) ou Raquel Lyra (PSDB), o deputado estadual Joel da Harpa (PL) esteve no evento da tucana, ontem (16), em Caruaru. O parlamentar afirmou que “Pernambuco não pode ficar com esse discurso apenas ideológico”.

Sem palanque 
O fato de Raquel Lyra (PSDB) decidir não apoiar ninguém para presidente neste segundo turno contribui indiretamente para a candidatura de Lula. Com isso, Bolsonaro ficou sem um palanque para chamar de seu em Pernambuco, já que Marília Arraes (SD) pede votos para o petista.

Frente a frente
Ao longo desta semana, acontecerão dois debates entre as candidatas Marília Arraes (SD) e Raquel Lyra (PSDB). O momento é aguardado com bastante expectativa, já que no primeiro turno a candidata de Lula se ausentou de todos eles por estratégia eleitoral.

Unidos
Chamou atenção a presença de Sergio Moro lado a lado a Bolsonaro no debate da Band. Ambos trocaram diversas acusações, logo após o ex-juiz deixar o Ministério da Justiça e Segurança Pública. Moro chegou a se lançar como pré-candidato à presidência, no intuito de ser uma alternativa a Bolsonaro.

Américo Rodrigo

Ouça agora AO VIVO