Na missa do Vaqueiro, Miguel avalia volta das festas juninas

Notícias
Publicado por Karol Matos
26 de junho de 2022 às 14h15min
Foto: Jonas Santos

Neste domingo (26), o pré-candidato ao Governo de Pernambuco, Miguel Coelho (UB), participou da cavalgada e da tradicional Missa do Vaqueiro em Petrolina. A data marca a despedida dos shows no Pátio Ana das Carrancas, que acontece na noite de hoje.

A pandemia fez Pernambuco ficar quase três anos sem sua mais tradicional festa popular. O retorno do São João em 2022 representou para Miguel o resgate da esperança e o fortalecimento da essência cultural dos pernambucanos. Desde o início das comemorações, ele visitou as cidades de Araripina, Arcoverde, Bezerros, Caruaru, Petrolina e Santa Cruz do Capibaribe. Na próxima quarta-feira (29), Miguel confere, ainda, as festividades em Limoeiro, no Agreste.

Para o pré-candidato, os polos mais tradicionais das festividades juninas em Pernambuco não competem entre si e se complementam, tendo em vista que o São João é a principal manifestação cultural do interior do Nordeste e não se resume apenas às apresentações de artistas. O evento envolve, segundo o ex-prefeito de Petrolina, toda uma cadeia econômica produtiva, gerando emprego, renda e pagando o salário de muita gente que depende desse tipo de atividade.

De acordo com Miguel Coelho, os dois últimos anos de interrupção das celebrações foram muito sofridos para a população, sobretudo para quem depende economicamente do ciclo junino e outras festividades. Com a volta em 2022, ele declarou que é uma nova fase de recuperação da economia, embora em muitos desses locais não tenha havido apoio do atual governo do estado no sentido de auxiliar a realização das festividades.

Miguel destacou que o turismo voltou a se aquecer nas principais cidades que fazem parte do circuito junino. O pré-candidato também ressaltou as peculiaridades de cada evento nas cidades, alguns com apelo mais tradicional e outros com uma pegada multicultural. “Foi emocionante ver a alegria de nosso povo, independente da cidade, do tipo de festa. O retorno do São João simboliza o resgate de nossa cultura, traz esperança para os pernambucanos que desejam dias melhores. Por isso tudo, foi um momento muito especial nessa caminhada da pré-campanha passar por essas cidades e sentir o povo feliz mesmo em meio a tanta dificuldade que Pernambuco atravessa nos últimos anos”, resumiu Miguel.

Karol Matos

Ouça agora AO VIVO