Flordelis é condenada a 50 anos de prisão pela morte do marido

Notícias
Publicado por Karol Matos
13 de novembro de 2022 às 09h30min
Foto: Fernando Frazão

A ex-deputada federal, Flordelis, foi condenada a 50 anos e 28 dias de prisão em regime fechado, por homicídio triplamente qualificado por motivo torpe, emprego de meio cruel e de recurso que impossibilitou a defesa da vítima, no caso da morte do pastor Anderson do Carmo, em junho de 2019.

Flordelis foi considerada culpada também pela tentativa de homicídio por uso de veneno, falsificação de documento e associação criminosa armada.

Simone Rodrigues, filha biológica da ex-deputada foi condenada a 31 anos, 4 meses e 20 dias de reclusão, em regime fechado, por homicídio triplamente qualificado, tentativa de homicídio e associação criminosa armada. 

Foram ouvidas 23 testemunhas, ao longo dos 6 dias de julgamento, sendo 13 de acusação.

No ano passado, Flávio dos Santos Rodrigues, filho biológico de Flordelis já tinha sido condenado por ter sido o autor do crime. Ele atirou no padrasto e teve pena de 33 anos e dois meses de prisão por homicídio triplamente qualificado, porte ilegal de arma de fogo, uso de documento ilegal e associação criminosa armada.

Lucas dos Santos, filho afetivo que comprou a arma do crime também já tinha sido julgado há um ano. Ele recebeu condenação 7 anos e meio, mas por contribuir com as investigações teve a pena reduzida.

Mais um filho afetivo, além de dois cúmplices que não fazem parte da família, já tinham sido condenados anteriormente, por diversos crimes como associação criminosa e uso de documento falso, com penas que variam de 2 a 5 anos de reclusão. No julgamento encerrado nesta madrugada, outros dois filhos afetivos e uma neta que estavam presos desde 2020, foram considerados inocentes das acusações.

Karol Matos

Ouça agora AO VIVO