Presidente da Câmara de Caruaru destaca LOA 2023

Notícias
Publicado por Karol Matos
12 de outubro de 2022 às 12h15min
Foto: Vladimir Barreto

Na sessão ordinária desta terça-feira (11), o presidente da Casa, Bruno Lambreta (PSDB), falou sobre a Lei Orçamentária Anual (LOA). Ele ressaltou que é possível visualizar no texto da matéria, as políticas públicas discutidas em plenário pelos parlamentares. O Projeto de Lei 9.400/2022 que prevê o planejamento orçamentário para o ano de 2023 se encontra em tramitação na Casa Legislativa. O valor estimado para o próximo ano é de R$ 1.642.212.000,00. Na ocasião, as vereadoras e vereadores votaram 46 proposituras da ordem do dia, entre requerimento, indicações e projetos de decreto legislativo e discutiram temas de interesse da população.

Na tribuna, Lairton Vieira (PTB) levantou o tema da saúde pública no município. O parlamentar falou sobre a falta de ambulâncias na UPAE. Ele disse que a unidade de saúde conta apenas com um equipamento e que tem recorrido à secretaria de saúde Bárbara Florêncio, que têm disponibilizado os carros do município. Vieira ainda ressaltou a situação dos pacientes que precisam fazer tratamento fora de domicílio (TFD) e as condições precárias do deslocamento. Entre as queixas, a falta de uma casa de apoio que acolha os pacientes e seus acompanhantes.

Perpétua Dantas (PSDB) afirmou que fez um requerimento, no início da legislatura, solicitando a implantação de uma unidade de apoio, em Recife, para as pessoas que necessitam fazer o tratamento na capital. De acordo com ela, seria gasto com a manutenção da casa de apoio, o valor de R$ 300 mil mensais. Ranilson Enfermeiro (PSDB) também se manifestou com relação ao TFD. Ele declarou que, com a exceção de casos muito específicos, esses pacientes poderiam ser atendidos nos próprios hospitais do município, se houvesse uma melhor organização.

Ainda na pauta da saúde, Leonardo Chaves (PSDB), relatou que recebeu queixas da população de Itaúna com relação a falta de médicos e demais profissionais da saúde na unidade do bairro. Perpétua disse que também foi informada sobre a ocorrência. Os parlamentares fizeram um apelo, à pasta da saúde, para que sejam tomadas as devidas providências, incluindo a contratação de novos servidores.

A vereadora Kátia (Republicanos), se pronunciou com relação à falta de água em ruas do bairro Rendeiras. “Diversas ruas estão sem o abastecimento de água há mais de três meses”. Ela também disse que o abastecimento no Bairro Cedro está sendo feito com água suja.

O Cabo Cardoso (PP) anunciou que agora faz parte da base governista. Ele afirmou que essa união veio para somar na construção de mais políticas públicas para a população do município.

Karol Matos

Ouça agora AO VIVO