Evento de Lula tem bate-boca entre petistas e invasão de bolsonarista

Notícias
Publicado por Karol Matos
21 de junho de 2022 às 16h30min
Foto: Ricardo Stuckert

O evento  do PT para apresentar o Plano de Diretrizes da campanha de Lula teve grandes emoções. Quem roubou a cena, primeiro, foi o vereador Eduardo Suplicy (PT), que interrompeu a coletiva de imprensa para apresentar a proposta criada por ele para a instituição da renda básica de cidadania. Ele ainda chegou a bater boca com o ex-senador Aloizio Mercadante, que é coordenador do programa de governo. 

“[a proposta] Está no programa do PT há muitos anos”, disse Suplicy. “Ele [Mercadante] tem alguma coisa comigo. Não me convidou para essa reunião”, completou.

Em seguida, durante a fala de Lula, o pré-candidato a deputado estadual de São Paulo, o bolsonarista Caíque Mafra (Republicanos), invadiu o evento interrompeu o petista questionando o vice, Geraldo Alckmin (PSB), sobre a aliança com o ex-desafeto.

“Vai voltar à cena do crime, Alckmin?”, disse o bolsonarista enquanto caminhava ate a frente da mesa. 

Lula continuou com o raciocínio, enquanto o pré-candidato era retirado por seguranças do local. De acordo com o colunista do Metrópoles, Guilherme Amado, a cúpula do PT vem mostrando preocupação com a segurança de Lula. 

Ontem (20), a colunista Thays Oyama noticiou que o deputado federal Cabo Bebeto, do PL de Maceió, vazou informações de segurança sobre a estadia de Lula no estado. Os guarda-costas do ex-presidente andam com submetralhadoras e Lula não entra em locais fechados que não tenham detectores de metais.

Assista aos dois episódios:

Karol Matos

Ouça agora AO VIVO