Cozinha comunitária será implantada em Sertânia

Notícias
Publicado por Américo Rodrigo
21 de junho de 2022 às 08h45min
Foto: Thaís Estevam

O Governo do Estado vai repassar R$ 194 mil para a Prefeitura de Sertânia, no Sertão do Moxotó, implantar a cozinha comunitária da localidade. O anúncio e a autorização do investimento aconteceram nesta segunda (20), durante visita do secretário estadual de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude, Edilazio Wanderley, ao município. 

O repasse será feito em uma parcela de R$ 50 mil para aquisição de equipamentos, utensílios e móveis e em 12 parcelas de R$ 12 mil para custeio de alimentos e insumos. Os recursos serão transferidos do Fundo Estadual de Assistência Social (FEAS) para o Fundo de Assistência Social do município.

A cozinha comunitária é um equipamento de segurança alimentar e nutricional voltado ao público referenciado e assistido pelo Sistema Único de Assistência Social (SUAS). Por isso, as refeições produzidas devem ser doadas ou comercializadas a preços populares, recurso que deverá ser utilizado para a manutenção da estrutura. 

“Além de permitir o acesso a uma refeição saudável e adequada para os que estão em situação de vulnerabilidade social e insegurança alimentar e nutricional, as cozinhas comunitárias promovem inclusão social produtiva e o fortalecimento da ação coletiva e da identidade comunitária. Neste momento de crise econômica e do aumento de pessoas em situação de fome, equipamentos como este são muito importantes”, destacou o secretário.

Durante o anúncio, o gestor também apresentou às autoridades e à população presentes o programa Pernambuco que Alimenta. A iniciativa beneficia agricultores familiares, que têm recursos e destinação garantidos para sua produção por meio de cooperativas e entidades contratadas para fazer o fornecimento de alimentos, e a população em vulnerabilidade, que recebe a doação desses gêneros alimentícios. 

O Pernambuco que Alimenta vai distribuir 80 mil kits em todo o Estado. Cada um deles terá 16 quilos e será entregue por família, contendo itens como banana, melão, laranja, mel, inhame, macaxeira e batata doce. A entrega será feita conforme os indicadores e critérios relacionados à assistência social em cada município.

“O Governo do Estado vai destinar R$ 10 milhões para a aquisição de alimentos do agricultor familiar pernambucano e os itens adquiridos serão entregues à população em situação de fome através de kits. Essa é uma iniciativa que vai garantir ao trabalhador rural a venda da sua produção, vai movimentar a economia do município e vai permitir que a comida chegue às pessoas em vulnerabilidade e insegurança alimentar e nutricional”, complementou Edilazio Wanderley.

Estiveram presentes no ato o prefeito de Sertânia, Ângelo Ferreira, o secretário municipal de Desenvolvimento Social, Paulo Henrique, o secretário estadual de Trabalho, Emprego e Qualificação, Alberes Lopes, e o deputado estadual Diogo Moraes. Na ocasião, os gestores também acompanharam a inauguração de uma Central de Oportunidades de Pernambuco (Cope), serviço vinculado à Secretaria Estadual de Trabalho, Emprego e Qualificação (Seteq).

Américo Rodrigo

Ouça agora AO VIVO