Priscila pede suspensão da conta de água para atingidos pelas chuvas

Notícias
Publicado por Karol Matos
6 de junho de 2022 às 19h30min
Foto: Mariana Carvalho

A deputada estadual Priscila Krause (Cidadania) solicitou, por ofício, que a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) determine com a maior brevidade possível a suspensão temporária da cobrança das contas de água e esgoto, pelo tempo necessário, para as residências e comércios do Recife, da Região Metropolitana, Zona da Mata e Litoral Norte do Estado atingidas pelas fortes chuvas registradas nas regiões desde a última semana de maio. Na última quinta-feira (2), ela também protocolou um requerimento de apelo ao governador Paulo Câmara (PSB) para que, como representante do acionista majoritário da Companhia, o estado de Pernambuco, providencie a suspensão.

“Diante desse trágico cenário, que tirou a vida de centenas de pernambucanos, é preciso que a gente esteja atento também para as severas consequências financeiras. São mais de sessenta mil desalojados, cerca de dez mil desabrigados, famílias que perderam todos os bens e que precisam do aporte do estado, dentro de todas as possibilidades, para que passem por esse momento. Suspender para esse público a cobrança da conta da Compesa é uma obrigação do estado de Pernambuco, considerando principalmente que é uma estatal que teve um lucro em 2021 de mais de duzentos e quarenta milhões de reais”, argumentou Priscila.

De acordo com Priscila, o quadro em relação à prestação de serviço de abastecimento de água torna-se ainda mais grave quando se verifica que muitas regiões atingidas ficaram ou ainda estão sem fornecimento de água. Ainda segundo a parlamentar, o fato de a Compesa ser uma estatal facilita a tomada de decisões desse porte: “chama atenção que Pernambuco não tenha tomado essa atitude imediatamente após os deslizamentos e as cheias terem acontecido. É fundamental que a Compesa se posicione, cumprindo o seu papel social”.

Durante a pandemia, a Companhia chegou a pautar a postergação por noventa dias dos pagamentos das contas de água de setores da economia mais fortemente atingidos pela restrição de funcionamento, mas depois retirou o assunto de pauta, fato que levou a deputada Priscila Krause a chamar atenção para a manobra e pedir a reavaliação, que não foi atendida.

Karol Matos

Ouça agora AO VIVO